Pesquisar

Teste de Qualidade: Brigadeiro de Chuchu

Resolvi fazer uma série de posts testando receitas que dizem ser saudáveis, light e ao mesmo tempo saborosas. Nada melhor que começar com o queridinho do brasileiro: o brigadeiro. Já fazia tempo que eu tinha visto essa receita com o chuchu e sempre quis testá-la. Chegou a hora! O resultado é essa foto aí embaixo:


Antes da minha opinião sobre a receita, vamos aos ingredientes e modo de fazer.

Ingredientes
  • 1 chuchu descascado e picado em cubos
  • 6 colheres de leite em pó desnatado
  • 1 colher (sopa) de essência de baunilha
  • 1 gema de ovo
  • 1 colher (chá) de amido de milho
  • 1 colher (sopa) de cacau em pó
  • 2 colheres (sopa) de adoçante para forno e fogão
Modo de Fazer
Leve o chuchu com a baunilha para o fogo, cobertos com água potável, até que o chuchu esteja bem cozido. Bata no liquidificador o chuchu, já escorrido, com o leite em pó, a gema e o amido de milho. Essa mistura deveria substituir o leite condensado. Coe. Leve ao fogo baixo com o cacau e o adoçante até atingir o ponto de brigadeiro.

Bom, pra começar deixo bem claro que eu, em nenhum momento, esperei que o doce ficasse com gosto de brigadeiro. E aí vem minha primeira indignação: por que esse nome se ele não tem gosto de brigadeiro, nem textura de brigadeiro, nem de longe lembra brigadeiro? Colocasse, sei lá, doce de chuchu com chocolate. Mas aí não ia vender a receita né? Enfim... Mas esperei que tivesse pelo menos um sabor gostoso, de creme de chocolate. Mas não, não tem gosto bom de nada, e na boa, se você está procurando algo saudável pra aquela hora que dá uma vontade louca de comer doce, aqui vão algumas dicas: bolo de cacau com aveia, cookies de amendoim, frozen iogurte (aqui é de mamão, mas pode substituir a fruta por morango, frutas vermelhas, etc.) e, se ainda quer algo mais prático e saudável, pegue uma banana bem madura, amasse com cacau em pó e um pouquinho de canela, leve ao microondas pra derreter bem, misture e pronto. Bem mais rápido, fácil, barato e gostoso!

Portanto, sobre o brigadeiro de chuchu:

Nenhum comentário:

Postar um comentário